sexta-feira, 7 de maio de 2010

Talvez aquela moça sorridente

que carrega uma criança nos braços esteja querendo tirar umas férias da própria vida. O cara da esquina seguinte, carregando uma pasta e falando ao celular, pode ser alguém insignificante e o desajeitado cruzando seu caminho pode ser seu futuro chefe. A vendedora de perfumes talvez tenha inteligência superior àquele ex-universitário, agora desfilando com seu diploma. Os góticos podem ser mais simpáticos e divertidos que os mais populares (por qualquer coisa que seja) da escola. Onde quero chegar é: não se deve julgar alguém pela aparência ou pelo que tal pessoa disse a você que é ou deixa de ser. Conheça, experimente, sinta e aí sim, tire suas próprias conclusões e idéias.


Essa sexta foi tensa. Correria, comilança, dores. Fora a animação que eu estava para fazer a Olimpíada de astronomia e chego lá tenho que estudar um conteúdo que acho que só vou absorver tudo até o final do ano, mesmo não parecendo difícil. Mas fazer o que, me inscrevi, agora tenho que fazer.

Nenhum comentário: