sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

sem título em mente.

As coisas parecem melhorar e, por enquanto, nada tem dificultado a realização de minhas vontades. Antes tarde do que nunca, diria um bom e velho ser humano clichê. Certos desejos saíram de minha cabeça, de certo modo; sai de cena o impulso mas continua o querer. De qualquer forma, presumo ter tempo para certas atitudes reprovadas socialmente.

Nenhum comentário: