terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Coração.

Lembra amor, no exato momento. Mas penso que seria melhor se vivêssemos absortos no nada, que não sentissemos perdas ou necessidade de alguém. Não falo só do amor que pensamos, mas de todo tipo. Porque se não há amor, não há ódio, não há conflitos, nem guerras mundiais ou pelo leite do supermercado. Sem amor, nenhum sentimento existiria, acho. Mas não falávamos do órgão que bombeia sangue ?

2 comentários:

Bruna :) disse...

Amei o novo lay. está lindo *-*
lindo o post.
é verdade sem amor não haveria guerras, mas sem ele também não haveria graça nesta vida..
Vc só escreve textos, ou escreve poesias também?

bjus

maki k. disse...

Que bom que gostou :3
não fui eu que fiz, nunca é rs
Nunca me dei bem com poesias, na minha opinião. Acredito que, em sua grande maioria, é necessário muito conhecimento e riqueza de vocabulário. Textos são mais a minha cara também, são diretos, informais.
Enfim, poesia só quando é matéria escolar rs